Transplante capilar combinado: Saiba mais

De acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica, cerca de 35 milhões de homens sofrem com a calvície. Existem muitos tratamentos disponíveis para acabar com a queda de cabelo, mas o único realmente eficiente é o transplante capilar. Para os casos de grau mais avançado, o mais indicado é a técnica de transplante capilar combinado.

Técnicas de transplante capilar

Como já falamos anteriormente, existem muitas formas de tratar a queda de cabelo. Alguns medicamentos tópicos e orais prometem retardar a progressão da calvície. Shampoos, loções e até remédios caseiros são indicados para os casos mais simples. Porém, existem técnicas mais garantidas e com resultados altamente eficazes.

O transplante capilar é um procedimento capaz de resolver de vez por todas o problema de quem sofre com calvície. Os resultados são bem naturais e é possível deixar o cabelo com uma densidade bastante favorável com apenas uma sessão do procedimento.

Técnica FUT

A técnica FUT (Follicular Unit Transplatation) é uma das melhores soluções para tratar a queda de cabelo. Em síntese, ela consiste na retirada de uma faixa de couro cabeludo que será transplantada na área onde ocorre a calvície. Com esse método é possível conseguir uma quantidade maior de folículos capilares. Entretanto, ela deixa uma pequena cicatriz, que fica camuflada com os cabelos.

Técnica FUE

A técnica FUE (Follicular Unit Extration) é uma das mais procuradas por ser moderna e minimamente invasiva. O procedimento não deixa cicatriz linear e é indolor. Com o método, o profissional remove as unidades foliculares uma a uma da área doadora para serem transplantadas com a raiz no local desejado.

Transplante capilar combinado

Para ter um maior aproveitamento do tratamento, é possível fazer o transplante capilar combinado. Trata-se da utilização das duas técnicas: FUT e FUE. O procedimento é feito separadamente. Por outro lado, os dois métodos juntos ajudam a manter a aparência natural do cabelo.

Quando as duas técnicas são utilizadas, é possível coletar uma grande quantidade de folículos capilares. Enquanto com a FUT são retiradas tiras de couro cabeludo para conseguir um grande número de fios. Com a FUE, os fios que estão acima ou abaixo do local da faixa, podem ser extraídos para aproveitar na cirurgia.

O transplante capilar combinado é indicado para casos com um nível mais avançado de calvície, principalmente o grau 6 e 7. O objetivo de potencializar o resultado do tratamento. Dessa forma, combinando os dois métodos é possível retirar até 9 mil fios de cabelo durante o procedimento.

Recuperação pós transplante

O procedimento é pouco invasivo. Porém, para realizar a cirurgia o paciente é sedado e recebe anestesia local. Em resumo, a recuperação do transplante capilar combinado é rápida e não é necessário o afastamento das atividades do dia a dia. Entretanto, o médico recomenda apenas que exercícios físicos sejam evitados por pelo menos 15 dias.

Os resultados do transplante capilar é definitivo. Aliás, não há risco de rejeição ou de que a calvície volte a se desenvolver na região onde foi feita a cirurgia. Além disso, não há necessidade de qualquer manutenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *