Redemoinho no cabelo: por que temos?

Um eterno clássico, a franja é um truque de beleza muito usado por homens e mulheres. Mas existe um empecilho que atrapalha os fios retos ou levemente curvados na testa: o redemoinho no cabelo. Embora pareça algo que só alguns “azarados” têm, ele está presente no couro cabeludo de todos e determina o padrão de crescimento das madeixas.

O corte de cabelo deixou os fios mais rebeldes? Você quer se livrar desse problema logo? Para saber mais sobre redemoinho no cabelo, continue a leitura:

Por que aparece o redemoinho no cabelo?

Também chamado de rotação capilar, o redemoinho é algo congênito, ou seja, o indivíduo nasce com ele. O mais interessante é que ele não é uma característica humana. Cientistas, aliás, apontam seu surgimento na fase embrionária dos animais. Mas também pode ser tardio, aparecendo após a expansão completa do crânio. Depois do crescimento completo, ele fica mais visível. 

A rotação de cada redemoinho é definida pelos genes que indicam a direção de crescimento dos fios. Curiosamente, algumas pesquisas relacionam a rotação do cabelo à mão que se usa para escrever, porque essa direção também teria relação com a forma como o cérebro trabalha. Então, destros apresentam redemoinhos que giram na direção horária, e os canhotos na direção anti-horária.

Ele funciona como um eixo que direciona o cabelo — todos os outros fios saem como se fossem os raios da roda. 

Embora mais comum na coroa da cabeça, o redemoinho pode aparecer também em outras regiões, como a nuca e a fronte — formando aquele “topete” que impede uma franja mais arrumada. 

É possível eliminar o moinho?

Por ser algo congênito e que direciona o crescimento dos fios, o redemoinho não tem “cura”. Afinal, não é possível redirecionar o bulbo capilar.

O redemoinho no cabelo tem a ver com a calvície?

Há também quem acredite que a rotação capilar determine quem vai ou não perder cabelo. Não há nada comprovado, mas a coroa (onde o redemoinho é mais comum) é um dos locais mais afetados pela chamada calvície de terceiro grau, classificada como grau III Vértex.

Quando o redemoinho aparece nessa região, muitos atribuem sua incidência às chances de ficar careca. Só que, na realidade, ele apenas torna o local calvo mais evidente no início. 

Como domar o redemoinho no cabelo?

Como dito, todos têm algum redemoinho no cabelo; é algo natural. No entanto, algum corte pode deixá-lo mais proeminente. Os fios curtos, por exemplo, o deixam mais aparente. 

Além disso, ter mais de um faz com que o cabelo cresça em direções diversas, favorecendo a formação de topetes armados. 

Mas o corte certo também pode disfarçá-los: escolha um que acompanhe o caimento natural dos fios. Assim, você evita que eles fiquem ainda mais armados e contra a direção dos redemoinhos.

E para a franja? Nesse caso, há duas opções: 

  • alisamento apenas na parte frontal, para facilitar a rotina;
  • se você não quer arriscar em química, escove a franja sempre que lavar os cabelos. Assim, será muito mais fácil moldá-la. Para segurar o efeito, use um fixador.

Fios longos

O redemoinho no cabelo fica mais evidente em fios leves e ondulados. Se o seus são assim, o peso do comprimento longo ajuda a disfarçá-lo. Se o cabelo curvar na raiz, pode cobrir o redemoinho.

Viu como o redemoinho no cabelo determina o movimento dos fios? Alguns acreditam que ele possa demonstrar o surgimento da alopecia, mas não é bem assim. Veja como a calvície começa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *