Calvície masculina e os mitos que já te contaram sobre ela

A calvície masculina é um problema que pode afetar até metade dos homens de até 50 anos no mundo. Mas como qualquer alteração corporal comum, muitas crendices e mitos são difundidas pela população — principalmente depois da internet. Será que remédios caseiros fazem efeito? Raspar a cabeça impede que o fio caia? Lavar o cabelo piora o problema?

Se você está sofrendo com a alopecia e já ouviu muitas histórias sobre o assunto, veio ao lugar certo. Neste post, vamos tirar todas as suas dúvidas sobre alguns mitos envolvendo a calvície masculina. Confira:

Calvície masculina: 5 mitos desvendados

A principal causa de calvície masculina é a alopecia androgenética, causada pelo hormônio DHT, uma versão mais robusta da testosterona. Quando atraído pelo folículo, causa a miniaturização do fio e a inatividade do folículo capilar. 

1. Raspar a cabeça evita a calvície masculina

Faz até algum sentido: se o fio está raspado, não tem o que cair. Mas a calvície nada tem a ver com o comprimento do cabelo. Pode até acontecer o efeito contrário: a raspagem pode irritar o couro cabeludo e levar ao nascimento de fios mais finos, deixando a alopecia mais aparente. 

Se você deseja raspar os fios, conte com produtos específicos que hidratem a pele durante o processo. Além disso, faça a raspagem depois do banho, pois o calor da água abre os poros e facilita a retirada dos fios.

2. Lavar o cabelo com frequência faz o cabelo cair

Muita gente acredita que lavar o cabelo todo dia faz com que eles enfraqueçam. Mas, novamente, o efeito é o contrário: um couro cabeludo limpo fica desobstruído. Portanto, os fios crescem com mais facilidade. Além disso, o cabelo que cai enquanto você limpa é aquele que já está solto.

Embora o tipo de xampu possa deixar o cabelo ressecado, isso não vai chegar ao ponto de causar calvície masculina. No entanto, é bom ter atenção ao tipo de química utilizada no cabelo, como descoloração, tinturas muito agressivas e alisamentos — esses sim podem ter um efeito negativo.

A frequência de lavagem depende do tipo de fio. No entanto, o ideal é que seja lavado uma vez ao dia ou, no máximo, uma vez a cada dois dias. 

3. Quem ficar grisalho não vai sofrer com calvície masculina

Novamente, isso é mito. A calvície masculina é, na maioria dos casos, um fator genético, mas também um sintoma do envelhecimento. Então, quanto mais velho o homem fica, maior a probabilidade de desenvolvê-la. 

4. Dieta rica em proteínas evita calvície

Mito. Uma boa dieta pode sim deixar fios mais fortes e viçosos, mas não a ponto de evitar a calvície. 

5. Ficar de cabeça para baixo faz os fios crescerem

É uma teoria criativa: ficar de cabeça para baixo estimula a circulação sanguínea no couro cabeludo e, consequentemente, faz com que o cabelo cresça. No entanto, não há nenhum estudo científico que corrobore esse mito — muito menos para evitar calvície masculina.

Viu como há muitos mitos relacionados à calvície masculina? Eles são populares porque a calvície afeta como homem se enxerga — e vai além do aspecto físico. Entenda como a alopecia afeta a autoestima masculina!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *