Qual a idade ideal para implante capilar?

Embora a calvície se manifeste com mais força a partir dos 35 anos, seus primeiros sinais podem aparecer em indivíduos com idade entre 17 e 23 anos. Para quem quer se prevenir e já se livrar das primeiras entradas aparecendo, vem a dúvida: qual a idade ideal para realizar o implante capilar? Adolescentes podem passar pela cirurgia?

Se você é jovem e deseja se livrar do problema, veja qual a idade ideal para realizar o transplante capilar!

Quando a calvície começa a se apresentar?

Como dito, em muitos indivíduos a alopecia androgenética se manifesta a partir dos 17 anos. Nesse caso, ela vem de maneira agressiva: os fios não somem de uma vez, mas caem de forma contínua e irreversível. A rarefação aparece primeiro nas entradas e, depois, na coroa. Os fios que sobram são apenas aqueles não atingidos pelo gene da calvície: os das laterais e da parte posterior do couro cabeludo.

Mas quando a calvície começa a se manifestar a partir dos 25 anos, ela é mais lenta e responde melhor aos tratamentos. 

Geralmente, quando uma família tem predisposição à alopecia androgenética, aos 50 anos todos os homens desse laço genético apresentem, em maior ou menor grau, sinais da perda dos fios.

Qual a idade ideal para realizar o implante capilar?

Não existe uma idade certa para o tratamento, mas é aconselhável que o paciente tenha mais de 30 anos — de preferência entre 35 e 40 anos, pois a alopecia androgenética costuma evoluir até essa fase. 

Mesmo que um adolescente queira fazer o transplante, o ideal é que o cirurgião avalie o quadro e oriente o paciente a adiar a cirurgia por alguns anos. Isso porque, conforme a evolução da alopecia, só ficarão ilhas no couro cabeludo — justamente as formadas pelo transplante capilar. Portanto, é preciso tratar o problema para amenizá-lo até que chegue o momento de fazer o procedimento.

Outra questão é que quem fez microenxertos antes dos 30 anos pode ter que se submeter a novas intervenções de transplante de cabelo no futuro. Por fim, como a alopecia ainda não se estabilizou, pode ocorrer uma má distribuição de fios, com um resultado aquém do desejado.

De qualquer maneira, antes de fazer o transplante o cirurgião vai solicitar uma dermatoscopia — que, no couro cabeludo, serve para avaliar quais as causas da queda dos cabelos e a probabilidade de queda dos fios já existentes. É possível analisar, por exemplo, se a região frontal precisa de uma boa quantidade de folículos ou não.

Esse exame também pode ser feito com o dermatologista. 

O que fazer antes da cirurgia?

Antes de ter a idade ideal para se tornar um candidato ao transplante capilar, o melhor é conversar com seu dermatologista para fazer tratamentos que sejam capazes de diminuir a rarefação, evitando a formação de DHT (hormônio responsável pela calvície). O uso de minoxidil, finasterida ou dutasterida e outros tratamentos podem ajudar a conter o problema.

Entendeu por que o ideal é esperar até chegar a idade ideal para realizar o implante capilar? E se você sofre com calvície, entenda agora alguns dos mitos por trás dela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *