Dor no couro cabeludo: por que ocorre?

Uma dor de cabeça depois de um dia estressante é algo comum. No entanto, existe também aquela dor que não se espalha, mas se concentra apenas no escalpo. É a tricodinia ou dor no couro cabeludo. Mas o que será que está por trás dela?

Se você está passando pelo problema, saiba que pode ser o sintoma de algo um pouco maior, mas não necessariamente grave. Entenda o que é e quais as causas por trás da dor no couro cabeludo:

Como se caracteriza a dor no couro cabeludo?

Chamada de tricodinia, a dor no couro cabeludo pode ter diferentes causas, mas suas manifestações costumam ser as mesmas:

  • coceiras;
  • pontadas;
  • formigamento;
  • ardência ou queimação.

Dor no couro cabeludo pode causar queda de cabelo?

Não. A queda de cabelo e a dor no couro cabeludo fatores totalmente diferentes. No próximo tópico, você vai observar que uma das causas é o penteado apertado, que também pode causar perda permanente dos fios. No entanto, os fatores não estão relacionados — a dor é um aviso de que o corpo está sendo “agredido”.

Um fator interessante é que um couro cabeludo exposto tem mais probabilidade de ficar dolorido. Afinal, o cabelo funciona como um “escudo” que protege a região, naturalmente delicada, de agentes externos. Quando o couro fica mais exposto e menos protegido, acaba se sensibilizando.

O que pode causar dor no couro cabeludo?

Conheça algumas causas por trás do problema:

Dermatite seborreica

A dermatite seborreica é uma patologia cutânea que provoca descamação do couro cabeludo e, muitas vezes, se manifesta em outras áreas do corpo, como pálpebras, nariz e queixo. Seus sintomas costumam ser, além da descamação (também conhecida como caspa), vermelhidão, coceira e até bolhas.

A seborreia é um problema crônico, que tem períodos em alta e baixa. Portanto, é normal passar por um período de muita descamação e, depois, ficar longos períodos sem notar aparecimento de caspa. 

Apesar de não ter cura, a seborreia tem tratamento — que inclui o uso de xampus específicos para couro cabeludo sensibilizado ou com dermatite.

Exposição ao sol

O sol é um agente externo agressor. Da mesma forma que queima a pele do corpo, também pode sensibilizar o couro cabeludo e causar dor — principalmente em quem apresenta calvície. As queimaduras, aliás, são comuns e podem causar, além de incômodo,ressecamento e descamação.

A solução, nesses casos, pode ser o uso de bonés e de filtro solar na região calva.

Penteados apertados

Muitas pessoas já passaram por esse problema: fizeram um rabo de cavalo ou coque bem apertado, sentiram uma baita dor no couro cabeludo e, ao soltar os fios, automaticamente sente um alívio na cabeça. Era a pressão feita no couro cabeludo que estava causando aquele incômodo. O problema é que, além da dor, um penteado muito apertado e feito com frequência pode causar alopecia por tração — o indivíduo começa a perceber falhas nos fios causadas pela forma despendida em um penteado.

Quando detectada a tempo, a alopecia por tração tem cura. Mesmo que demorem meses, os fios voltam a crescer. Mas se o indivíduo continuar fazendo penteados muito apertados, o folículo capilar vai se danificar e parar de produzir fios. O melhor é conversar com um dermatologista ou tricologista assim que notar as falhas.

Como visto, há diversas causas por trás da dor no couro cabeludo. Uma delas é a dermatite seborreica, popularmente conhecida como seborreia ou caspa. Entenda um pouco mais sobre a patologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *