Disfarçar calvície com hena: como fazer

A hena é um corante natural e muito mais duradouro que a tinta comum — tanto que, quando penetra nos fios, não sai mesmo com as lavagens constantes. Por isso, muitos indivíduos utilizam o pigmento no couro cabeludo puro, para disfarçar uma alopecia iniciante ou intermediária. Mas será que é possível disfarçar calvície com hena ou é apenas um boato da internet?

Se você quer disfarçar a queda de cabelos com o pigmento, continue a leitura:

É possível disfarçar calvície com hena?

Sim, mas como dito, é apenas um disfarce — a henna não resolve o problema de calvície de nenhum indivíduo e funciona apenas como uma maquiagem. 

Nesse contexto, existem 2 métodos para disfarçar a calvície com hena:

Caseira

No método caseiro, usa-se a hena comprada em farmácia, mas que precisa ser específica para pelo e pele e de uma cor similar a dos fios de quem vai receber a tintura. 

A hena caseira dura por volta de 10 dias e pode ser retocada. Para fazê-la, você precisa de:

  • pigmento hena natural específica para pelo e pele;
  • fixador (que vem no próprio produto);
  • uma colher de sobremesa de água.

Misture os produtos em uma vasilha de plástico usando luvas, já que qualquer respingo demorará dias para sair. 

Limpe o couro cabeludo que receberá a tintura com um pano embebido em álcool 70%. Depois, pegue o cabo de um pincel fino ou uma agulha de crochê para fazer os micropontos. É essencial sobrar um pouco de tintura em cada ponto; não basta apenas encostar. Também precisa dar um espaçamento entre um ponto e outro para um resultado menos artificial.

Deixe a tintura agir por 20 minutos. Depois, esfume a tintura com as mãos e deixe agir por mais 20. Lave o couro cabeludo com xampu.

Quem sofre com entradas não pode passar a mistura no couro cabeludo puro, senão o formato ficará muito contornado, sem o aspecto natural. A hena caseira serve apenas para disfarçar as falhas. 

Pontilhismo fio a fio

Técnica similar à micropigmentação nas sobrancelhas, o pontilhismo fio a fio é um processo de tatuar diversos micropontos no couro cabeludo que simulam fios cortados na máquina. Portanto, o indivíduo precisa manter o cabelo sempre baixo para que não haja contraste com a tatuagem. 

Já o pontilhismo com hena dura por alguns anos e pode ser retocado após o enfraquecimento da tinta. A pintura pode ser feita tanto no couro cabeludo totalmente careca quanto em áreas no meio dos fios, disfarçando a falta de volume. 

Vale a pena disfarçar a calvície?

Não. Embora a hena seja um corante natural e duradouro nos fios, ela não permanece muito tempo no couro cabeludo — principalmente se você lavá-lo com frequência. 

Já o pontilhismo disfarça o couro cabeludo, mas é apenas uma tatuagem. Ele não melhora a densidade capilar e o indivíduo precisa manter os fios sempre baixos para disfarçá-la. Pior: se ele não fizer um tratamento para conter a queda capilar, o couro cabeludo vai apresentar espaços entre os fios e a tatuagem, o que pode deixar o resultado ainda mais artificial com o passar do tempo.

Se você quer um resultado eficaz para resolver a calvície, alie o transplante capilar a um tratamento que previna a queda do cabelo já existente. Assim, é possível combater o problema sem apelar para disfarces temporários.

Viu como é possível disfarçar calvície com hena, mas que o método não é a melhor escolha? E se você pensa em passar pela cirurgia, veja quais dúvidas tirar na avaliação cirúrgica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *