Da calvície ao transplante: como fazer nascer cabelo no couro cabeludo?

Saber como fazer nascer cabelo no couro cabeludo é a dúvida de muitos calvos pelo mundo. Aqui no blog, já conversamos diversas vezes sobre os diferentes motivos por trás da queda de cabelo. Há diversos tipos de alopecia e, inacreditavelmente, algumas (poucas) podem ser revertidas. Mas por que é tão difícil fazer com que novos fios apareçam?

Neste post, você vai entender o que está por trás da alopecia e como fazer nascer cabelo no couro cabeludo:

Por que é quase impossível fazer com que cabelos novos nasçam em quem é calvo?

Porque grande parte dos tipos de alopecia configura na destruição de folículos pilosos.

Antes de saber se é possível ou não reverter o problema da calvície, o indivíduo precisa conversar com um dermatologista ou tricologista. Só assim é possível saber qual tipo de alopecia o atinge e se é possível fazer com que nasçam novos fios.

Quando a pessoa sofre de alopecia areata, por exemplo, ela tem picos de rarefação de uma determinada área do cabelo causados por um desencadeador — o estresse, por exemplo. Então, como os folículos não foram destruídos, a região responde a medicamentos e complexos vitamínicos com mais facilidade.

O mesmo acontece no eflúvio telógeno, condição em que há uma rarefação difusa no couro cabeludo. Quando o fator desencadeador da queda cessa, os fios voltam a crescer.

Porém, na alopecia androgenética, a DHT (versão metabolizada da testosterona) promove a miniaturização do folículo capilar. Com isso, os fios vão ficando menores e mais finos, até que não sejam mais produzidos. Já na alopecia cicatricial, os folículos também são cicatrizados e não conseguem mais produzir pelos.

Então, como fazer nascer cabelo no couro cabeludo?

Quando androgenética é hereditária, não há como fazer com que os fios cresçam nem por meio de bloqueadores hormonais. Além disso, remédios têm mais efeito no início da manifestação da calvície. Portanto, se a área estiver um pouco grande, não será possível reverter o problema.

A maneira mais eficiente de fazer nascer fios em áreas calvas é por meio do transplante capilar. A técnica consiste na retirada de unidades capilares de uma região (que pode ou não ser do couro cabeludo) e a colocação na parte sem fios.

Para isso, existem duas técnicas:

  • Follicular Unit Transplantation (FUT): é a técnica em que o cirurgião retira uma faixa (retalho) de couro cabeludo com unidades foliculares em pleno funcionamento. Depois, ele a coloca na área calva. Essa técnica é ideal para está com alopecia em grau mais avançado. Além disso, a cicatriz fica completamente escondida sob os cabelos da nuca.
  • Follicular Unit Extraction (FUE): aqui, o cirurgião retira as unidades foliculares de uma região do corpo (que pode ser o couro cabeludo, a barba ou o abdome, por exemplo) e reimplanta, uma por uma, na área calva. Em uma sessão, é possível transplantar mais de 3 mil fios. Nesse caso, não há cicatrizes.

Enquanto na técnica FUT o problema pode ser resolvido em uma única sessão, na FUE o número costuma ser maior. Isso depende, é claro, do avanço da alopecia.

Entendeu como é possível fazer nascer fios no couro cabeludo? Se ainda resta alguma dúvida, confira o guia sobre transplante capilar que a Favano preparou para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *