Cirurgia capilar: antes do transplante

O primeiro passo para resolver o problema de queda de cabelo é procurar um médico especializado na área, como por exemplo, um tricologista. Entretanto, de acordo com a Associação Brasileira de Cirurgia da Restauração Capilar, somente uma cirurgia capilar é capaz de solucionar de forma definitiva a queda de cabelo.

Antes da cirurgia capilar

Como já falamos acima, a primeira etapa para quem deseja fazer uma cirurgia capilar é realizar a consulta com um profissional especializado. Aliás, ele irá fazer uma entrevista médica e realizar alguns exames físicos detalhados com objetivo de avaliar e indicar a programação para o tratamento e possivelmente o transplante de cabelo.

Um dos diagnósticos também consiste em verificar a quantidade de fios que podem ser transplantados. Por outro lado, a densidade da área doadora e a elasticidade do couro cabeludo influenciam diretamente no sucesso da cirurgia.

Quanto mais densa a região posterior da cabeça, mais fios poderão ser doados para que sejam transplantados para a área calva. Entretanto, se o couro cabeludo tiver uma elasticidade boa, maior será a largura da faixa que será retirada para o transplante.

Além disso, será feito um check-up para saber se a saúde está em dia para realizar a cirurgia. Por outro lado, não é necessário internação para realizar o procedimento. O paciente é liberado no mesmo dia para voltar para casa.

Recomendações

A cirurgia é realizada com sedação e anestesia local. Confira as recomendações pré-operatórias:

  • Não expor o couro cabeludo ao sol
  • Deixar o cabelo crescer o máximo possível para que os fios cubram as cicatrizes;
  • Alimentar-se bem para evitar náuseas
  • Não ingerir cafeína para não estimular a pressão sanguínea
  • Não fumar pelo menos uma semana antes da cirurgia
  • Não ingerir álcool para evitar o sangramento e a dificuldade na cicatrização
  • Interromper o uso de anti-inflamatórios e suplementos vitamínicos

Pós-operatório

Como já mencionamos acima, após a cirurgia o paciente já pode ser liberado para se recuperar em casa. Alguns cuidados devem ser tomados pelo menos nos três primeiros dias após o procedimento.

Na primeira semana é recomendado que os cabelos sejam lavados de duas a três vezes por dia, com shampoos específicos, receitados pelo médico. Do mesmo modo, é normal que ocorra inchaço na região da testa, por isso, é indicado que o paciente durma levemente sentado e faça compressas geladas para evitar edema na região.

Dependendo da técnica utilizada para a cirurgia capilar, o paciente pode retomar as atividades normalmente poucos dias após o procedimento. Porém, atividades físicas só serão permitidas 15 dias após a cirurgia. Exposição ao sol, banho de mar ou piscina também não são permitidos antes dos 15 dias.

Possíveis complicações da cirurgia capilar

Por ser uma cirurgia capilar simples e pouco invasiva, os riscos de complicações são baixos. Entretanto, o que pode ocorrer é a baixa integração de novos folículos. Outro problema comum é o inchaço, que pode ser amenizado com remédios e compressas.

Não existe chance nenhuma de rejeição, já que os fios transplantados são do próprio paciente, coletados de uma área com fios saudáveis e que não foram afetados pela calvície.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *